Seguir

A EMEF Espaço de Bitita em São Paulo está procurando pessoas voluntárias para dar aulas de Português para imigrantes e pessoas refugiadas. As aulas serão totalmente online, via Google Meet.

Mais informações na imagem e na descrição.

:boost_ok: :boost_ok:

@_gbrlpires eu gostaria de ajudar refugiados e imigrates sem avisar o Google que eu quero fazer isto.

Também não quero, de quebra, dar permissão para a empresa usar diferentes técnicas avançadas de rastreamento para me monitorar na Rede 24h/dia, ao criar e utilizar uma conta Google.

Isto acaba sendo, também, uma armadilha para essas pessoas - que tem que abrir mão de algo tão fundamental quanto suas privacidades, apenas para ter uma segunda chance em outro país.

Nenhum dos direitos delas é descartável ou menosprezável por conta da situação em que estão.

A EMEF Espaço de Bitita deve usar o Jitsi ou outra ferramenta não abusiva de comunicação.

@olamundo uhum, eu concordo em partes com vc. Não gosto de ter que usar coisas do Google e acho que a discussão deve ser inserida neste e outros meios. Ao mesmo tempo eu acredito que a necessidade dessas pessoas num novo país, que está caótico e nem um pouco acolhedor, é primária. Ter como comer, trabalhar, se comunicar, viver, é primordial para essas pessoas, antes, infelizmente das questões de privacidade envolvidas aí. +

@olamundo É ruim usar o Meet? É ruim, mas se eu puder, eu primeiro vou pensar em suprir suas necessidades básicas até para que as pessoas estejam estabelecidas o suficiente para inserir esse tipo de discussão.

@_gbrlpires não, velho.
Não é possível sanar os problemas do mundo para depois cuidar de algo que está gerando problemas.

O Jitsi tem muitas vantagens, inclusive ser mais intutivo e ser aberto, ao contrário do Google Meets®.
“Aberto” aqui quer dizer: você não precisa aceitar termos, criar uma conta, pagar mensalidade, provar ser decendente do Rei da Bratislávia, mostrar passaporte vacinal, resolver equações diferenciais, nada: é só abrir e utilizar.
(É lógico que, por ser também auto-hospedável, alguma instância pode ser restritiva).
Lista de instâncias:
jitsi.github.io/handbook/docs/

Mandar (sim, mandar, ainda que sutilmente) centenas de pessoas assinarem um termo que abrem mão de sua significância enquanto seres pensantes para se tornarem objeto de exploração de uma empresa - até o mais íntimo de suas almas que conseguirem extrair - para só depoooooois, algum dia, apresentá-las com a reflexão de que foram feitas de troxas e não tem recurso financeiro ou jurídico (salvo de grandes corporações) que possa reverter o mal que lhes foi feito é a abordagem errada.

Quando elas se depararem com a temática, vão até rejeitá-la: afinal, tantas pessoas que elas conhecem, que as trataram e receberam bem e até ensinaram línguas para elas, nunca disseram nada!

A armadilha de botar trinta mil problemas na frente, quando é só pegar e usar uma ferramenta humanamente decente é vil e bem conhecida e explorada por essas empresas.

Não se enganem: elas sabem muito bem estruturar até um elevado custo social (ostracismo) para quem tentar tirar delas o seu recuso de extrativismo (seus usuários)

Pegue e use:
meet.jit.si/

@olamundo

Mano... Na moral "Pegue e use"? Qual foi?

A pessoa vem, posta sobre uma iniciativa de ensinar imigrantes e refugiados a aprender um idioma para poder trabalhar e alimentar a familia. E ce vem falar "Pegue e use"?

Todo mundo gosta de privacidade, mas tem gente que nem sabe o que é isso, pois é dificil estudar com fome.

Se isso é tão importante pra você, porque tu não manda um email pra Bitita se oferecendo pra dar aula de privacidade e tecnologia?

@olamundo Baixa essa bola mano, ninguém aqui é obrigado a nada.

Ninguém é obrigado a usar Google, Jitsi ou Zoom. São pessoas querendo ajudar outras, com os conhecimentos de quem.

E ce ta fazendo o que?

@dobrado cara a fome não tem nada haver aqui.

O “pegue e use” não é no sentido de imposição, mas:
Abra aí e veja que funciona, sem ter que ter lido filósofos ou aprendido a programar.

E o que disse no fim é uma boa idéia, mas como pode ver, não sou bom de me colocar.

@olamundo Mas ai que ta, a pessoa vem aqui divulgar aulas pra ajudar refugiado e é bombardeada com 10 paragrafo sobre como o Google é malvado?

Ce já parou pra pensar que tudo podia ser resolvido com um "Legal essa iniciativa. Será que eles aceitariam usar o Jitsi? Posso ajudar eles com isso".

Em vez de um "pegue e use".

@olamundo E como assim "fome não tem nada a ver aqui"? Ce já passou fome pq tava sem emprego porque não sabia falar a lingua? Eu já cara. Naquele tempo eu já usava linux. Mesmo assim venderia minha privacidade por um pouco de arroz.

@dobrado cara, não é mais complicado o Jitsi: é menos!
Para começar, nem precisa de conta.

É até elitista achar que a privacidade pre-requer estabilidade financeira, alto grau de escolaridade, etc.

Ninguém vai passar mais fome ou ter que gastar mais tempo para usar algo que não lhes prejudica.
Não é aprender a usar sistemas GNU/Linux…

@olamundo Então vai ensinar a galera sobre isso em vez de ficar dando esporro em amiguinho que só quer ajudar refugiados.

@dobrado como?

Esse “vai lá” é vago.

Se eu soubesse como tirar essas plataformas que são inclusive ilegais nas salas de aula de escolas de alguns países das nossas salas de aula, eu o faria.

Como reverter isso?

Não ache que não uma estratégia predatória dessas empresas se enfiarem nas salas de aula com “Suítes Para a Educação” da vida…

@olamundo Como?

Envia um email para:
bitita.portuguesparaimigrantes@gmail.com

No assunto: Voluntariado - Ajuda para infra

Mensagem:
Olá, tenho preocupação sobre a segurança e privacidade do projeto de vocês. Posso ajudar vocês a usare uma plataforma livre e melhor. Vocês aceitam essa ajuda?

É melhor que ficar sendo pedante com as pessoas do mastodon.

@_gbrlpires outra:
A organização está f* a vida delas.
Em um mundo ideal, deveriam ser puníveis judicialmente por induzirem - mesmo que na boa fé - pessoas sem melhor conhecimento a se prejudicarem.

É só usar outras.

@olamundo eu acho fácil falar quando eu e nem vc temos a MENOR ideia da realidade desta escola e das pessoas que ela atende. Eu e vc conhecemos o Jitsi, não precisa me trazer uma lista de vantagens em se usar softwares livres e pensar em privacidade pq eu estou a par da discussão, dentro do que consigo. Inclusive ter a possibilidade de pensar em usar software livre já mostra o quanto somos pessoas que tiveram acesso a educação, internet e o caraleo que outras pessoas no país não acessam.

@olamundo Se vc tem a possibilidade, que tal inserir a discussão vc mesmo lá na escola? Pq tbm jogar um monte de coisas aqui pra mim, que sei do que vc tá falando, não ajuda em nada concretamente, não. Ou vc acha que abrir mão da sua própria privacidade pra levar a discussão para o coletivo não é um movimento válido?

Agora, sinceramente, eu não to com saco pra discutir/ dialogar agora não. Agradeceria se a gente encerrasse por aqui.

@_gbrlpires é real, tudo que disse.

Agora, já pensou que estamos falando do equivalente a uma campanha:
“Doe um McLanche Feliz!” para um país aonde milhões estão se alimentando somente de fast-food , sem conhecer outra coisa, e eu estou falando:
Hoje em dia uma marmita/PF é mais barato e fácil de encontrar?

Se elas estão tendo acesso à Rede, é melhor não normalizar para elas ferramentas que lutam para extinguir seus direitos.

@_gbrlpires aaaaaaa será que tem que manjar ou basta ser falante nativo?

@renan não sei, migue. Manda msg pra lá, quem sabe? Eu só estou repassando mas não tenho contato direto com eles não :blobcatflower:

@_gbrlpires aiii, eu ja desenvolvo um projeto no mesmo horário :<
mas muito obrigada por compartilhar, eu nao conhecia esse espaço

Entre para participar dessa conversa
bantu.social

Instância do Mastodon com foco em pessoas não-brancas brasileiras.